blogplus

O blog da Hardplus

Tegra 4 reinventa o conceito de HDR

Tegra 4,seis vezes superior ao tegra 3, o processador ARM mais rápido do mundo, com um fantástico poder computacional, se mostra perfeito para smartphones e tablets, e dispositivos para jogos, sistemas de informação e entretenimento e de navegação automotivos, além de computadores.

tegra 4

conhecido pelo codinome “Wayne”, o Tegra 4 tem 72 núcleos de GPU GeForce NVIDIA, proporcionando experiências fantásticas em jogos e em altas resoluções . Inclui ainda a primeira aplicação quad-core do núcleo de CPU de arquitetura ARM mais avançado do mundo, o Cortex-A15, proporcionando navegação na web 2,6 vezes mais rápida e performance revolucionária para aplicativos.

O Tegra 4 também habilita suporte a dados e voz 4G LTE  por meio de um chipset opcional, o processador NVIDIA Icera i500 de quinta geração. Mais eficiente e com 40% do tamanho dos modems convencionais, o i500 proporciona o quádruplo de capacidade de processamento em comparação com seu predecessor.

A grande sensação na opinião de muitos especialistas em processamento de imagens foi a revolução que o tegra 4 causou praticamente reinventando o conceito de HDR, tecnologia que tira duas fotos e depois as une em uma só.

o processamento por exemplo do iphone 5 chamado ”ultra rápido” demora 2 segundos para unir as duas fotos e no final te apresentar uma imagem hdr , o problema é quando você se mexe ou treme , neste caso 2 segundos é um tempo considerável e no final o alinhamento pixel por pixel não fica perfeito apresentando como resultado final uma imagem desalinhada.

(para melhor entendimento clique nas imagens para ampliar)

convencional

com o tegra 4 duas imagens sao caputaradas de uma vez só, explicando de uma forma mais simples, uma foto focando em profundidade e outra focando o que está mais proximo a lente assim como no iphone5 a grande diferença fica por conta do tempo de processamento que no iphone 5 como já dito é de 2 segundos, com a tecnologia HDR e a nova engine de fotografia computacional do tegra 4 esse tempo cai pra 0.2 segundos simplesmente 10 vezes mais rapido do que a tecnologia hdr convencional, com o tegra 4 as imagens sao processadas e unidas pixel por pixel tão rapidamente que ao final do disparo você ja tem uma foto em HDR perfeitamente processada e alinhada

arquitetura nvidia    comparação com o hdr do iphone

HDR 1

você não precisa mais ficar se contorcendo todo para não tremer enquanto tira uma foto, e mais, agora não e mais necessário selecionar o modo HDR, com o tegra 4 o modo HDR etá sempre ativo.

Outra vantagem apresentada pelo Tegra 4 é a redução no consumo de energia, o que é possível graças à utilização da mais avançada tecnologia da arquitetura ARM e à adoção de um núcleo específico para gerir a economia da bateria. Com isso, a CPU Cortex-A15 utilizada pelo componente é capaz de proporcionar níveis recordes de desempenho e autonomia da bateria.

No processador também se encontra o PRISM 2, que reduz a luz de fundo. Ele é capaz de consumir até 45% menos energia que o Tegra 3, além de possibilitar 14 horas de reprodução de vídeo com alta definição.

 

veja mais sobre o tegra 4

Espantado com o tempo de processamento de  imagens de 0.2 segundos do tegra 4? aqui vai uma curiosidade para você entender quão rápido isso é

O olho humano só capta imagens com clareza em uma pequena parte, a fóvea, que tem 1 milímetro de diâmetro e fica no centro da retina. Então, para compor a  imagem que você está vendo agora, os seus olhos estão constantemente em movimento. Eles focam determinado ponto e depois pulam para o ponto seguinte. Cada um desses saltos tem duração de 0,2 segundo. Quer comprovar isso na prática? Na próxima vez em que você estiver conversando com uma pessoa, preste atenção nos olhos dela. Você irá perceber que eles se movimentam o tempo todo para escanear vários pontos do seu rosto.


O problema é que a cada pulo desses, enquanto os olhos estão se movendo para a próxima posição, o cérebro deixa de receber informação visual por 0,1 segundo. Durante esse tempo, você está cego. E, como nossos olhos fazem pelo menos 150 mil pulos todos os dias, o resultado são 4 horas diárias de cegueira involuntária. Você não percebe isso porque o cérebro preenche esses momentos com imagens artificiais, que dão a sensação de movimento contínuo. Mas que, na prática, você não viu.

Então espantosamente o que você enxerga não é o que está acontecendo no exato momento que você enxergou , e sim o que vai acontecer no futuro.. Isso acontece porque a informação captada pelos olhos não é processada imediatamente. Ela tem de passar pelo nervo óptico e só depois chega ao cérebro. O processo leva frações de segundo, e você não pode esperar – um atraso na visão pode fazer com que você seja atropelado ao atravessar a rua, por exemplo. Então, o que faz o cérebro? Inventa. Analisa os movimentos de todas as coisas e fabrica uma imagem que não é real, contendo a posição em que cada coisa deverá estar 0,2 segundo no futuro. Você não vê o que está acontecendo agora, e sim uma estimativa do que irá acontecer daqui a 0,2 segundo.

Podemos ver um lado bom nessas informações , ( ou não ver durante 0.2 segundos srsrsr) enquanto estamos cegos durante 0.2 segundos o tegra 4 já processou uma imagem hdr  :p

, ,

Deixe uma resposta