`

Comunidades virtuais

Postado por em 4 de novembro de 2009 | Geral

Tatiane

As comunidades virtuais cresceram em número e variedade nos últimos anos, especialmente no Brasil elas atraem um grande número de pessoas. Podemos dar como exemplo desta vertente  um  dos últimos “queridinhos” deste público; o Twitter, tão comentado e discutido atualmente nos meios de comunicação. O Brasil atualmente está entre os países que possui um dos maiores números de usuários de comunidades virtuais do mundo. A dinâmica das comunidades virtuais é tema de discussão de vários livros e estudos sobre contemporaneidade, é um assunto de investigação considerado por muitos, fascinante, já que esta em plena expansão. Atualmente já podemos encontrar até na própria Internet (que ironia…) os primeiros grupos de discussão a esse respeito. 
 O que significam os laços sociais das redes online?  O que significa a “amizade”? Que tipo de conexões são essas? De modo geral, há uma análise sobre estes laços que aparentemente é o mais acordado entre os estudiosos; exitem diferentes tipos de valores sociais “escondidos” em uma conexão de um site de rede social. Enquanto há valores que focam laços “fortes”, há valores simplesmente de manutenção de uma rede de desconhecidos. Quando um usuário resolve participar de uma comunidade, ele divulga uma série de informações no seu perfil com base em vários objetivos, como: o de ser conhecido (popularidade), aparecer de alguma forma em várias  “lugares” (visibilidade), ser reconhecido como autoridade (autoridade/reputação), construir uma rede social maior (adquirir seguidores – popularidade/sociabilidade), conversar com os amigos (sociabilidade), obter algum outro tipo de reconhecimento (reputação) etc.
 Durante este processo de vínculo com os demais participantes da rede e de troca de informações, infelizmente, é dada pouca atenção à segurança e a privacidade por parte do usuário, que passa a se dar conta da questão apenas quando ambas foram violadas. Quem não conhece uma pessoa que tenha encerrado a sua conta no orkut, em decorrência de já ter sofrido com a violação de sua privacidade por terceiros.  Por vários anos era comum encontrar até o número do telefone das pessoas no perfil do Orkut.
 Mas o que se vê atualmente é que já cresce o números de participantes das redes sociais que se preocupam com a privacidade on line. É cada vez maior o número de usuários com fotos e perfis fechados apenas para amigos. Alguns adotam apelidos e nomes diferenciados, para evitar que sejam “buscados” pelo sistema. Hoje, cada vez menos informação está disponível nesses mesmos perfis.
 Neste contexto de busca pela privacidade, também é cada vez mais comum encontrar pessoas que preferem   representar-se, fazendo parte de vários sites de redes sociais e de várias redes sociais de formas diferentes, assim como “atores” de um espetáculo. È comum encontrar uma foto retocada ou totalmente modificada eletronicamente, aliás, o meio digital permite qualquer coisa, hoje em dia. Um mesmo “ator”, poderá ter um fotolog, um blog, um twitter, cada qual com um tipo de apropriação diferente e com um reflexo diferente de sua rede social. Assim, em cada ferramenta, veremos aspectos diferentes de um mesmo indivíduo. Você pode ser Antônio, 22 anos e solteiro em um blog, e ser Carlos, 50 anos e casado no orkut. Esta foi a forma encontrada por muitas pessoas para ser o que quiser na rede sem se preocupar com a exposição de sua “real” vida. Existem também outros fatores intrínsecos nesta dinâmica de representação, mas que podem servir de assunto para uma próxima conversa, pois não é foco de nossa análise no momento e há muito o que falar sobre isso.
 Com a progressão da tecnologia de redes, é bem provável que uma parcela significativa da humanidade passe a ficar em casa e exerça a maior parte de seu relacionamento profissional e social através da rede daqui há alguns poucos anos. O que nos leva à imaginar que no futuro uma grande parte da população seja formada por “pessoas” que não existam (pelo ao menos no mundo real). Podemos afirmar que a problematização da dinâmica das redes on line, seja pela sua características de exposição, interação, tipos de laços sociais construídos ou demais e inúmeras características pertinentes à este tema, possui uma influência bastante forte na complexificação da vida social contemporânea, desta forma as redes proporcionam novos espaços de interação, mas com a construção de valores sociais bem diferentes do conhecido mundo off line.

nenhum comentario ate o momento

Retornar a postagem | Comentarios RSS

Deixe um comentario